Identidade Étnica e Preconceito Racial

Identidade Étnica e Preconceito Racial: estudo sobre fatores de risco e proteção em jovens de escolas públicas de Fortaleza

O projeto aqui apresentado dá prosseguimento aos estudos que vimos realizando sobre a temática do risco e vulnerabilidade social. Ele parte de alguns achados da pesquisa intitulada “Adolescência e Juventude: um estudo sobre situações de risco e redes de proteção no município de Fortaleza”, a qual realizou uma caracterização sobre o perfil de jovens de escolas públicas de Fortaleza. Observou-se que os jovens que se declararam negros apresentaram maior concentração de respostas positivas à percepção de preconceito racial. Tal pesquisa teve por base a aplicação de um questionário com 77 itens. Participaram da investigação 1.140 adolescentes e jovens de 14 a 24 anos em 43 escolas municipais e estaduais de Fortaleza. A partir desse resultado, foi feita a análise específica dos casos identificados no questionário com resposta positiva à percepção de preconceito racial, relacionando com os indicadores de risco social e pessoal encontrados na pesquisa e, especialmente, com os indicadores que apontam para fatores protetivos de ordem psicossociais. Tratou-se de um estudo preliminar de metodologia quantitativa, com uso do software SPSS. O projeto atual vem desenvolvendo uma investigação qualitativa que se propõe a analisar como operam fatores de risco e proteção em situações de discriminação e preconceito racial no contexto escolar. Foi selecionada uma das escolas entre as participantes em que há maior concentração de casos de percepção de preconceito étnico racial. Os procedimentos metodológicos envolveram uma etapa de inserção etnográfica na escola e outra com a realização de oficinas com jovens sobre a problemática em pauta. Ressalta-se que são projetos que fazem parte de uma temática geral de estudos relativa à problemática do risco e vulnerabilidade social da população jovem em escolas públicas de Fortaleza.
O projeto está em andamento, já tendo sido concluída a parte empírica e, no próximo semestre, será realizada a etapa de análise de dados e elaboração do relatório final.

 

Coordenadora: Veriana Colaço
Participantes: Isadora Dias Gomes (MESTRDADO); José Eleonardo Braga (GRADUAÇÃO, BOLSISTA PIBIC/CNPq); Patrícia Pinheiro (GRADUAÇÃO, BOLSISTA PIBIC/UFC); Janaína de Melo (PSICÓLOGA VOLUNTÀRIA)